segunda-feira, 30 de maio de 2016

Próxima quarta-feira. Participe!

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Ação Educativa - ateliê aberto “paisagens urbanas” com Bino Sousa na Galeria de Arte Vitória Barros

Bino Sousa realizou seu primeiro atelie aberto intitulado paisagens urbanas, que aconteceu neste ultimo sábado dia 21 de maio na Galeria de Arte Vitória Barros, A ação Educativa faz parte do projeto "Stenção: para além das grades"PROEX/Unifesspa, e está inserido na programação do VII VER-A-CIDADE DE MARABÁ e 14° Semana Nacional de Museus.

Essa ação tem como principal objetivo integrar a comunidade nas práticas da produção artística.
Pois na mesma Bino comentou sobre toda sua produção atual, recebeu comentários e criticas acerca de sua pesquisa com grades de segurança, demonstrou como utilizar a grade como  stencil e como constrói seu discurso para cada  mural. Os alunos e artistas participaram dando sugestões para os próximos grafites. 









sexta-feira, 20 de maio de 2016

Oficina Reutilizável

Na oficina a artista Lara Borges mostrou para os participantes outros significados para objetos já utilizado, fazendo parte da programação do VII VER_A-CIDADE DE MARABÁ e 14° Semana Nacional Museus na Galeria de Arte Vitória Barros.


RODA DE CONVERSA: “FRAGMENTOS DE LISBOA – PORTUGAL” com GENISON OLIVEIRA na Galeria de Arte Vitória Barros

Roda de Conversa: Gravuras Digitais "FRAGMENTOS DE LISBOA-PORTUGAL"
com Genison Oliveira artista visual


O artista compartilhou sua experiência fotográfica em Portugal com a turma de estudantes da Escola Acy Barros, Genison falou sobre a importância da fotografia para sua produção artística, sobre a apropriação deste suporte para suas experimentações. A conversa também se debruçou sobre   reflexões acerca da  arte e estética contemporânea. 
A Roda de Conversa faz parte da programação da 14ª Semana  Nacional de Museus dentro da VII MOSTRA FOTOGRÁFICA VER-A-CIDADE de Marabá.  





quinta-feira, 19 de maio de 2016

segunda-feira, 2 de maio de 2016

ABRIL É UM MÊS TODO ESPECIAL PARA A GALERIA.


Podemos até dizer que março é um mês auspicioso por ser nosso aniversário, porém é em abril que ficamos mais alvoroçadas, e a razão do nosso ânimo: VER-A-CIDADE!
Há sete anos empreendemos este projeto com o objetivo de estender a participação do nosso público, mudando o passivo de espectador para narrador, convocando-os a mostrar Marabá sob múltiplos olhares. Não importa que equipamento ou o quanto de experiência fotográfica tenha, todos podem se inscrever, importante mesmo é a criatividade!
Este ano tivemos 72 fotografias selecionadas de 42 dos inscritos, mas não é só fotografia que faz o VER-A-CIDADE.

AS MEMÓRIAS DE MARABÁ

Criado a partir de um projeto pedagógico do artista visual e professor Alixa, com os alunos do Campus de Marabá da UFPA (hoje Unifesspa), o VER-A-CIDADE foi se transformando ao longo destes anos e, em 2016, nós apresentamos um evento que pretende mais que mostrar a cidade, queremos mostrar as intercessões que a arte nos favorece. A VII mostra fotográfica trouxe junto ao tema GESTOS URBANOS, o artista visual marabaense Antônio Botelho para gestar um desses paralelos entre as linguagens contemporâneas da arte e a nossa memória citadina.
A instalação Faces do Araguaia exibe um dos hiatos mais polêmicos da nossa região, a Guerrilha do Araguaia, ocorrida nos idos de 1960/70. Botelho faz da ausência um convite à interação do público com o passado. Em duas salas, o artista provoca o espectador ao suscitar às tensões infligidas à Amazônia. Imagens e áudios completam a sensação de terror que ainda vive na memória de muitos paraenses, e estão presentes nas falas de personagens dessa história através de trechos do documentário Araguaia: campo sagrado (2013), de Paulo Fonteles Filho com direção do cineasta Evandro Medeiros, incorporados à instalação.
Ainda sobre o tema do Araguaia, Botelho participará junto aos convidados Janailson Macêdo (historiador e escritor paraibano radicado em Marabá) e Evandro Medeiros (cineasta paraense) na segunda RODA DE CONVERSA da programação do VER-A-CIDADE, onde cada um falará um pouco sobre as afetações da guerrilha em suas produções artísticas.

foto: ulisses pompeu

PROGRAMAÇÃO

O VII VER-A-CIDADE traz ao público uma programação extensa durante as seis semanas de exposição, da qual parte dela está inclusa na 14ª Semana Nacional de Museus, promovida pelo IBRAM (Instituto brasileiro de Museus) em comemoração ao dia internacional de Museus,18 de maio. A programação se divide nos seguintes nichos: rodas de conversa, mediação cultural, exibição de filmes, ateliê aberto e oficinas.
Iniciamos com uma RODA DE CONVERSA especial com a professora Ionete Lopes, que nos apresentou o relato sobre a sua experiência na montagem do espetáculo teatral ‘Morte e Vida Severina’, uma adaptação do texto homônimo de João Cabral de Melo Neto (1920-1999). Ao todo serão quatro RODAS DE CONVERSAS sob a mediação da gestora cultural Deize Botelho, entre as quais teremos Genison Oliveira, artista visual, e o jornalista Ulisses Pompeu.
No dia 07 de abril, o professor Gil Vieira Costa (Artes visuais/Unifesspa) realizará mais uma atividade de seu projeto de extensão “Mediações Culturais”, que objetiva orientar educadores a utilizarem as visitações aos espaços culturais e exposições de arte como ferramenta pedagógica. A primeira atividade do projeto, realizada na Galeria de Arte Vitória Barros no último 02 de abril, teve a presença de membros da Associação de Escritores do Sul e Sudeste do Pará que produziram textos poéticos em diálogo com as obras expostas na Mostra VB de Artes Visuais.
Para os amantes da sétima arte, selecionamos seis filmes que serão exibidos durante as segundas-feiras da mostra, às 19h. Os títulos a serem exibidos trazem em seus enredos personagens intensos, difíceis e meigos que vivenciam experiências insólitas tangenciadas pelas artes e tecnologias.
Aqueles que têm interesse em conhecer as atividades do Laboratório de Artes do Instituto de Arte Vitória Barros, abriremos nosso ateliê para crianças e adolescentes externarem suas criatividades, são três sábados de 09h às 12h, com inscrições gratuitas e vagas limitadas. E para os adultos, teremos oficinas, também gratuitas, uma delas ministrada pelo artista plástico Bino Sousa, que realizará uma das etapas do projeto “Stenção: para além das grades” contemplado pelo Prêmio PROEX de arte e cultura - Unifesspa/2016.

Se programem e tragam os amigos, são 17 atividades gratuitas oferecidas à cidade!


 A exposição fica em exibição até o dia 11 de junho.

#veracidademaraba





texto: natacha barros